A Massagem Tântrica

O corpo humano é composto de 64% de solução salina chamada na medicina de “soro fisiológico” que é um bom condutor de eletricidade. A solução salina é chamada na eletrotécnica de “solução eletrolítica” que em contato com as células nervosas, gera bioeletricidade química. Diversos processos do nosso metabolismo acabam gerando bioeletrecidade – batimentos do coração, queima de oxigênio, etc – assim como a reação a estímulos externos. Os traumas causam essa bioeletricidade, no entanto desgovernada, causando muitas vezes a queima de um fusível mental. O orgasmo nada mais é que uma enorme concentração de bioenergia nos músculos que, ao se liberada de uma vez, provoca a sensação de êxtase que conhecemos. O toque feito na Sensitive Massagem estimula a produção de bioeletrecidade no corpo e, com a condução do terapeuta, a pessoa começa a sentir e conhecer o seu potencial  bioelétrico. Aumenta a sensibilidade e o prazer do seu corpo. Potencializando as ondas de prazer. Aumenta os níveis de endorfina, serotonina e ocitocina.
Proporciona Orgasmos secos e múltiplos. Manifesta-se no corpo físico e nas emoções, levando reflexos para a mente (Tranqüiliza) e o espírito (Harmoniza). Trata-se de um profundo contato energético, visando desenvolver a propriocepção e a sensibilidade. 
Assim que ativamos a circulação energética e o pulso muscular, iniciamos a massagem com toques suaves, que trazem a energia para a pele, distribuindo os reflexos neuro-musculares e as excitações dos lugares mais sensíveis aos mais adormecidos. Seguindo canais específicos (chamados Nadis), estes fluxos de energias causam pequenos “espasmos” orgásticos que vão se intensificando pouco a pouco. Estes influxos permitem a liberação de tensões antigas, memórias de contração, liberação de situações traumáticas, equilibrando os Cackras (centros de energia), produzindo novas conexões neurológicas, trazendo aceitação das sensações, excitações e percepções não conhecidas, não aceitas ou não suportadas. Por não ser uma massagem sexual, o objetivo da sessão não é chegar a um clímax ou um orgasmo focado nos genitais, e sim quebrar o paradigma de que o orgasmo está exclusivamente vinculado aos genitais. Nesta massagem, todo o potencial sensorial do seu corpo é despertado.

O caminho do Tantra é a forma mais eficiente de acordar a bioeletricidade natural do corpo e ampliar a sensibilidade ao prazer para partes que normalmente ficam adormecidas em relação a sensações sutis.
Um orgasmo generalizado (espalhado por todo o corpo) libera e favorece a regulação dos hormônios do prazer, produzindo sensações capazes de dissolver bloqueios emocionais, e após o final da experiência orgástica, gerar um efeito de quietude e gratidão que pode permanecer por horas.

De forma geral,em nossa sociedade, as pessoas estão acostumadas a um universo muito mental, cheio de lógicas, motivos e razões; entretanto, existem coisas que precisam ser experimentadas, vivenciadas sensorialmente, mais do que racionalizadas. É como o sabor: não se define, somente se sente. A experiência de cada pessoa é única! 
A sabedoria do corpo produz efeitos intensos que afetam o comportamento e libertam a mente de condicionamentos limitantes e muitas vezes até de dependências insalubres!

Na terapêutica tântrica trabalhamos com a massagem na região genital (yoni massagem para as mulheres e lingan para homens), não só para ampliar as sensações de prazer, mas para fazer a ligação do prazer da região genital com o restante do corpo.
A tonificação e fortalecimento dos músculos genitais os possibilita sustentar níveis maiores de bioenergia. 

A prática dessa terapêutica – por mexer com a bioquímica do cérebro, produção hormonal e outros aspectos da sensibilidade – pode levar a pessoa a outros estados de consciência, ou seja, apresenta também caráter meditativo.

Todo esse processo acaba por alterar a maneira como você encara sua sexualidade. Ele tira o foco do orgasmo psicogênico – aquele no qual precisamos usar a mente e suas fantasias – e reativa o centro sexual original do nosso corpo, localizado próximo da base da nossa coluna. Uma jornada que nos tira dos pensamentos e artifícios da mente e nos leva às sensações do corpo.

O Orgasmo Terapêutico

A proposta do orgasmo terapêutico não é nova. Surgiu no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, com base nas argumentações de Hipócrates, que chamava de hysteria os sintomas físicos que não apresentavam causa aparente, pressupondo-se que a origem do problema estava no útero “ardente”. O tratamento, realizado por médicos e terapeutas, tornou-se convencional, popularizando-se como “toque clitoriano”, que possibilitava à mulher experimentar desde um “ataque de histeria” em ambiente terapêutico e controlado, até o “paroxismo histérico’’ (termo para se referir ao orgasmo). Depois dessa exposição, os sintomas físicos e emocionais desapareciam.

Os mesmos efeitos terapêuticos observados pela ativação e mobilização terapêutica da energia sexual também foram observados por outros pesquisadores, desde Franz Anton Mesmer em 1773, que realizou a cura de inúmeras enfermidades com a ativação da energia sexual (sem o sexo), até Wilhelm Reich que, em 1922, percebe a relação entre a energia sexual (Orgone) e diversas patologias orgânicas, dedicando-se a pesquisar o fenômeno. Inúmeros pesquisadores realizam trabalhos de observação e pesquisas relacionadas com a energia sexual e os hormônios afins, em uma tentativa de criar processos terapêuticos eficientes que supram as necessidades sexuais dos indivíduos.

A nossa abordagem terapêutica do Tantra tem auxiliado inúmeras mulheres que buscam descobrir os verdadeiros valores do seu corpo e da sua essência. As mulheres nunca experimentaram o prazer corporal e genital com total intensidade, livres do comprometimento que o contexto sexual acarreta.

Nosso trabalho oferece um nível significativo de novos conhecimentos do corpo e das energias relacionadas ao corpo e ao prazer. Excelentes ferramentas de auto-desenvolvimento e expansão.

Este trabalho é indicado para as mulheres que realmente desejam aprofundar o seu conhecimento do corpo e de suas energias, e é especialmente indicado para mulheres que sofrem dos percalços da anorgasmia ou dores relacionadas ao prazer e aos aspectos sensoriais que se manifestam através do orgasmo.

Os benefícios da massagem tântrica:

  • Aprender a se relacionar com maior abertura e confiança, ser mais alegre e  expansiva.

  • Conhecer e compartilhar do universo masculino, interagindo com a criatividade e o amor, de forma livre, responsável e aberta.

  • Conhecer os aspectos sensoriais do seu corpo e do corpo masculino, aprendendo a obter os melhores resultados que mobilizem o prazer e o orgasmo, com ressonância em si mesma.

  • Melhorar a sua performance e desenvolver novas habilidades no trato com a sexualidade.

  • Curar as dores relacionadas com as atividades sexuais, sejam dores emocionais ou dores presentes nos músculos e órgãos sexuais.

  • Aprender como obter melhores e mais intensos orgasmos.

  • Descobrir novas perspectivas de Orgasmos: Orgasmos Secos, Múltiplos Orgasmos, Orgasmos de Vale, Orgasmos Contínuos, Orgasmos de Corpo Inteiro e a maravilhosa Experiência Oceânica e o Orgasmo da Unio Mystica, a fusão em comunhão do Masculino e do Feminino.

  • A Experiência Tântrica é repercussiva e amplia a satisfação e o prazer para outras áreas da sua vida.

  • Obter maior consciência corporal.

  • Conhecer aspectos da anatomia, a sua e a de seu/sua parceiro(a).

  • Despertar regiões sensoriais adormecidas.

  • Conectar a voz, a expressão, a comunicação e a respiração consciente às sensações que experimenta.

  • Reconhecer e controlar os estados de excitação a fim de ajustar-se às experiências ao ritmo do(a) parceiro(a).

  • Mobilizar a energia em espiral ascendente, preparando o volume e a intensidade orgástica.

  • Sensibilizar diversos grupamentos musculares em concomitância, amplificando a rede de músculos relacionadas com o orgasmo.

  • Reconhecer os diversos pontos de prazer, através dos sentidos.

  • Movimentar e mobilizar a energia (Sahaja) de forma intencional e consciente.

  • Aumentar a intimidade, a entrega e a confiança, resgatando suas relações.